domingo, 5 de julho de 2009

Júnior Assunção comenta sobre luta no Shine

Assunção luta pela primeira vez contra outro braileiro

O peso-leve Júnior Assunção enfrenta o paranaense Jadson Costa no Shine Fight dia 1º de agosto em Miami, na Flórida. Assunção tem a sua academia em Atlanta, a Ascension Mixed Martial Arts, onde faz toda sua preparação ao lado de feras como o lutador de MMA e professor Roberto Traven, responsável pelos treinos de jiu-jitsu. Traven foi quem graduou Assunção à faixa-preta. Roan Jucão e os irmãos de Assunção completam o treinamento. Direto de Atlanta, Júnior falou sobre metas e sobre a próxima luta.

MMA Sul – Como estão os treinamentos na sua academia em Atlanta?
Júnior Assunção – Tem uma galera boa aqui. Estão o Roberto Traven, nosso professor de jiu-jitsu, o Roan Jucão e meus irmãos. Treinamos todos juntos. Cada um defende sua bandeira, mas nos ajudamos muito.


MMA Sul - Você conhece o Jadson Costa?
Júnior Assunção – Conheci assistindo lutas dele, não pessoalmente.


MMA Sul – Aproveitou para estudar o jogo dele?
Júnior Assunção – (risos) Pra falar a verdade não estudo o jogo de ninguém, sempre tento aperfeiçoar o meu jogo. Treino muito de tudo. Mas é claro que respeito o Jadson como atleta.


MMA Sul - Consegue apontar alguma qualidade do Jadson?
JA - Brother, ele é mais um na minha frente. Já lutei com vários caras bons. Respeito todos. Sem desmerecer o Jadson claro, mas tenho um peixe um pouquinho maior pra buscar. Fiquei até um pouco triste quando soube que iria lutar com ele. Mas faz parte do nosso esporte. É a primeira vez que vou enfrentar um brasileiro.


MMA Sul - Se você não estuda seus oponentes, também não entra com estratégia?
JA – Sempre entro com a minha estratégia, mas deixo pra mostrar na hora.


MMA Sul – Você prefere o chão ou a trocação?
JA – Sou faixa-preta de jiu-jitsu, mas já nocauteei, o que me derem eu aproveito.


MMA Sul - Conhece a estrutura do Shine Fight?
JA - Ainda não. Dizem os comentários que oferecem boa estrutura.


MMA Sul - Depois desse evento você tem compromisso marcado?
JA - Vamos ver o que o UFC vai falar depois que eu ganhar essa luta. Estou em busca da revanche com o Nate Diaz.


MMA Sul – Qual sua principal meta no MMA?
JA - Minha meta é retornar ao UFC, ainda tenho três lutas no meu contrato com o Ultimate. Como perdi a última para o Nate Diaz, o Joe Silva disse pra eu fazer outros combates, ganhar de uns caras bons e voltar.


MMA Sul - Qual a sua opinião sobre a luta principal do Shine, o confronto Roan Jucão e Jorge Patino Macaco?
JA - Sou suspeito pra falar, treinei com o Jucão semana passada. O cara está voando!


MMA Sul - Sente muita saudade do Brasil?
JA - Mudamos pra cá [Atlanta] em 1994, aprendemos tudo aqui. Sinto muita saudade. Sempre que posso vou visitar. Treinei no Brasil apenas duas vezes, uma em Recife, minha cidade, e no Rio de Janeiro, na Black House. Depois da minha luta no Shine devo ir para o sul do Brasil dar uma força ao Thiago Tavares, vamos iniciar essa parceria, quero treinar com ele.


MMA Sul – A quem gostaria de agradecer?
JA - Agradecer ao MMA Sul, obrigado pelo apoio, gostaria de agradecer os meus treinadores Roberto Traven, meu irmão Raphael Assunção e todos que estão me ajudando.

2 comentários:

Anônimo disse...

valeu pela materia!!!
abracao

Flavio Marcilio disse...

Gostei da matéria, e quando for em Atlanta, talvez nesse semestre, visitarei a academia de Assunção. Um abraço.