sexta-feira, 5 de junho de 2009

Bruno Malfacine fala direto da Califórnia: "Quero ser Bicampeão Mundial"

Bruno Malfacine (Aliance) foi campeão mundial de Jiu-Jitsu pela CBJJ em 2007 e vice em 2008. Ele espera chegar à final da categoria galo e fazer uma revanche contra o seu algoz do ano passado, Caio Terra. Direto dos bastidores do Mundial 2009, na Califórnia, Malfacine revela os detalhes da preparação e fala da enorme vontade de vencer. Confira na entrevista abaixo.

MMA Sul – Qual a sua expectativa depois de ver a estrutura e a movimentação do evento?
Bruno Malfacine - Está chegando o dia mais esperado... Luto no domingo. As expectativas são sempre as melhores. Treinei muito para o campeonato. Acredito que estou melhor do que nunca, mais forte, mais maduro e com grandes cartas na manga. Agora é só aguardar o grande dia para pôr tudo em prática.

MMA Sul – Quem são os favoritos à final, do outro lado da chave: Caio Terra, Bernardo Pitel ou o japonês Makoto?
Bruno Malfacine - Ainda não sei. Tudo pode acontecer, por isso vou esperar para ver quem sai. Gostaria muito de uma revanche contra o Caio, mas antes de pensar nisso tenho que garantir meu lugar na final.

MMA Sul – Caso você vença na categoria galo, será Bicampeão Mundial?
Bruno Malfacine - Sim. Ganhei em 2007 e perdi ano passado para o Caio Terra. Vou lutar pelo titulo com muita garra e determinação. Há quase uma década que não se faz um campeão na categoria. Somente o Omar Salur conseguiu, vencendo os Mundiais de 1999 e 2000. Depois disso, todos os anos, mudam os campeões. Mas nesse ano eu quero fazer diferente e me tornar o segundo bicampeão da categoria.

MMA Sul – Você está tranquilo para domingo?
Bruno Malfacine - Estou bem tranquilo e bastante confiante. Se Deus quiser vai dar tudo certo. Deus honra o trabalho. Esse foi o ano que mais treinei para o Mundial. Por isso digo que estou em minha melhor forma. Com o tempo, vamos adquirindo mais experiência e isso ajuda bastante.

MMA Sul – Você contou com patrocinadores para chegar aí?
Bruno Malfacine – Sou patrocinado pela Atama, que me dá um grande suporte. Mas para poder vir para cá [Califórnia-EUA] tive que correr atrás da passagem. Infelizmente, ainda é bastante complicado conseguir patrocínio no Brasil. Uma pena...Não poderia ficar de fora, como fiquei no Pan, devido à falta de patrocínio. Tinha que vir de qualquer jeito.

MMA Sul – Qual o seu palpite para o campeão absoluto?
Bruno Malfacine – Têm muitos caras duros. Difícil apontar um. Tem o Roger, por exemplo. Mas estou na torcida pelos meus companheiros de equipe. O general [Fábio Gurgel] ainda não decidiu quem vai disputar. Acredito que ele deverá repetir a dose do Brasileiro, com o Gabriel Vella e o Tarsis Humphreys. Os dois têm grandes chances de chegar.

MMA Sul - Você já tem estratégia definida? Não vai contar para nós?
Bruno Malfacine - Tenho sim e trabalhei muito em cima disso. Agora é só colocar em prática, que se Deus quiser vai dar certo. Mas prefiro não contar (risos). Tenho que manter em sigilo. Essa é uma das minhas cartas na manga! (risos)

Um comentário:

rogerio disse...

Parabens Primo podi Comemorar Vc e Bicampeão Mundial...salve salve!

vc merece!