quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Cris Cyborg fala da primeira defesa de cinturão

Imagens: arquivo pessoal


Peso-leve Cristiane "Cyborg" Santos, a número um do mundo do MMA feminino, fará sua primeira defesa de título no próximo dia 30 de janeiro, numa das principais lutas do Strikeforce, nos EUA. A desafiante será a holandesa Marloes Coenen, atleta da consagrada equipe Golden Glory. Em 20 combates Coenen venceu 17, 12 por finalização. Cris possui nove lutas e apenas uma derrota, ocorrida em sua estreia no MMA, em 2005. Agora a brasileira quer o sétimo nocaute da carrreira. Dando uma pausa no treino, direto da américa, Cris falou sobre a próxima adversária e sobre o ensaio fotográfico feito há poucos dias. Confira abaixo:

MMA Sul - O que você conhece do jogo da holandesa Marloes Coenen?
Cris Cyborg - Sei que ela é de uma academia tradicional de muay thai, mas a minha também é, por isso estou tranquila, gosto da trocação.


MMA Sul - Como está sua preparação e quem auxilia você no momento nos EUA?
Cris Cyborg - Estou treinando num bom ritmo, fazendo a preparação física com Rafael Alejara, que aliás é uma grande pessoa e está me ajudando muito, e é gaúcho (risos). A parte de MMA, muay thai e luta olímpica estou treinando com uns gringos aqui.


MMA Sul - Onde você mantém seus treinos nos EUA?
Cyborg - Ainda não estou com a minha academia montada, então, para as minhas lutas organizo o treinamento com o auxílio do (Evangelista) Cyborg e do Rudimar Fedrigo.


MMA Sul – Qual sua expectativa para a primeira defesa de título?
Cyborg - Vou fazer uma grande luta, pra começar 2010 bem.


MMA Sul – O foco para esse confronto é buscar o nocaute?
Cyborg – Meu plano é sempre estar preparada para qualquer situação, mas sempre buscando o nocaute.


MMA Sul - Como é estar no topo do MMA feminino? E ocorre bastante assédio dos americanos e da imprensa?
Cyborg - Fico muito feliz, quero fazer o possível para abrir cada vez mais as portas para as mulheres no mundo das lutas, dando show e mostrando que as mulheres são capazes. É bom o assédio da galera, isso nos mostra que estamos fazendo um bom trabalho. É gratificande.


MMA Sul - Para mostrar o outro lado da Cris Cyborg, o lado sensível de mulher, você fez um ensaio fotográfico há pouco tempo. O que você achou da experiência?
Cyborg - Gostei muito na verdade. As pessoas só conhecem a Cris Cyborg “a máquina de bater”, mas aos poucos estou podendo mostrar meu outro lado, lado família, a vida de dona de casa e tal.


MMA Sul - Deixe uma mensagem para os seus fãs.
Cyborg - Quero agradecer a vocês pela oportunidade de estar aqui trocando uma ideia, contando um pouco da minha vida, e agradecer a todas as pessoas que torcem por mim e que me ajudaram a chegar onde estou. E mandar um salve para a galera da chute boxe!

Um comentário:

pentelha disse...

estamos torcendo sempre..vc merece vai com tudo cris.. estamos na contagem regressiva!!!essa ja e sua..bjo