quinta-feira, 6 de novembro de 2008

WEC 36 - Paulão Filho perde por unanimidade

Paulo Filho (D) leva um direto de esquerda de Chael Sonnen no WEC 36
(Foto: Laron Zaugg)
Nesta terça, 4 de novembro, Paulo Filho foi derrotado pelo americano Chael Sonnen, no WEC 36. O evento aconteceu na Flórida, EUA. Essa luta era pra ser uma disputa de cinturão. Mas, como na pesagem Paulão estava acima dos 85kg, a organização decidiu manter o combate, no entanto sem o titulo estar em jogo. O brasileiro se apresentou com 2,3kg acima do exigido para a categoria. Paulão tentou levar a luta para o chão logo no início, atacando as pernas de Sonnen, mas ele se defendeu com um sprawl (defesa de queda). Aproveitando-se da envergadura, o americano conseguiu acertar alguns jabs perigosos no brasileiro. Paulão caiu duas vezes, quando tentou aplicar contragolpes. O oponente veio pra cima, após uma das quedas do brasileiro, ele aproveitou e arriscou uma finalização (chave de tornozelo), mas nada ocorreu. Enquanto o brasileiro trabalhava fazendo guarda, Sonnen socava de cima para baixo e chutava as suas pernas. Por alguns instantes o público vaiou a luta, devido a falta de combatividade. Ficou claro que, Paulo Filho entrou no octógono com o objetivo de levar o combate para o chão e finalizar. Porém Sonnen, esteve atento a todos os ataques do brasileiro. E, se Paulão esperava que o americano fosse entrar na guarda, e dar chances para o Jiu Jitsu funcionar, enganou-se. A tática de Sonnen foi somar pontos enquanto o brasileiro aguardava um vacilo. Antes da luta Paulão disse que estava forte e que o problema com o peso não o atrapalharia. Parece que, se não foi esse o problema (peso) que atrapalhou o seu rendimento, teve algum outro que não sabemos, pois o Paulão que o Brasil conhece não é apático, e sim, explosivo e objetivo. Além de Paulo Filho, lutaram mais três brasileiros. Rani Yahya finalizou Yoshiro Maeda com uma guilhotina no primeiro round, José Aldo venceu Jonathan Brookins por nocaute técnico no terceiro round e Rafael Dias que foi derrotado por Danny Castillo por interrupção do árbitro no segundo round.
Assista aos principais combates abaixo:

Paulo Filho vs. Chael Sonnen

Urijah Faber vs. Mike Brown

Jens Pulver vs. Leonard Garcia

Jake Rosholt vs. Nissen Osterneck

David Avellan vs. Aaron Simpson

3 comentários:

Gustavo disse...

Aee parabéns pela reportagem! Paulão falou q era pessoal mas não segurou o oponente. Fica pra próxima!
Valew

Johann disse...

bem legal o material do blog ae..

boa sorte e continuem com o trabalho q está muito bom!!!

Dyonathan Francisco disse...

Com certeza. Ali já diz tudo, esse Paulão não é o que o Brasil conhece e costuma ver na maioria de suas lutas.
Já as outras lutas do evento, teve muito mais adrenalina. Eu particularmente gostei mais da luta do Leonard Garica vs Jens Pulver, Garcia atropelou Pulver, que não pôde nem se quer anotar a placa do carro.
É isso aí, abração!